Uso racional da água no cotidiano doméstico


Dicas de educação ambiental pesquisadas na Internet. SaneamentoWeb colabora na difusão e não se responsabiliza por dados, conteúdo e demais informações pertinentes. Interessados devem certificar as informações diretamente com as fontes citadas.

Fonte: www.aesbe.org.br, extraído em 31/03/2009, às 07:27 hs.

A preservação dos recursos hídricos é tarefa de todos. Governo, empresas e a sociedade civil podem contribuir para o desenvolvimento de ações voltadas a esse fim. Entretanto, o indivíduo é o principal agente desse processo. A adoção de ações simples de uso racional da água no cotidiano doméstico das pessoas pode fazer a diferença na conservação dos recursos hídricos.

 

Para reforçar essa atitude nos indivíduos, a Aesbe traz algumas dicas que promovem a preservação da natureza e a redução dos gastos com serviços de saneamento básico. Confira!

 

 

No banheiro

 

Cinco minutos são suficientes para higienizar o corpo. A economia é ainda maior se ao se ensaboar fecha-se o registro. Banho de ducha ou chuveiro elétrico por 15 minutos, com o registro meio aberto, consome 135 litros e 45 litros, respectivamente. Se adotarmos essa dica de racionalização, o consumo cai para 45 litros no caso de duchas e 15 litros para o caso de chuveiros.

 

Ao escovar os dentes

 

A escovação também requer cuidados de racionalização. Molhe a escova e feche o registro. Só torne a abri-lo ao final do procedimento. Com essa atitude, a economia pode chegar a mais de 11,5 litros de água a cada escovação.

 

Lavar o rosto

 

Ao lavar o rosto em um minuto, com a torneira meio aberta, uma pessoa gasta 2,5 litros de água. A dica é não demorar. O mesmo vale para o barbear. Em 5 minutos gastam-se 12 litros de água. Com os cuidados recomendados, o consumo cai para 2 a 3 litros.

 

Descarga e vaso sanitário

 

Nunca acione a descarga à toa, pois ela gasta muita água. Uma bacia sanitária com a válvula e tempo de acionamento de 6 segundos gasta de 10 a 14 litros. Bacias sanitárias de 6 litros por acionamento (fabricadas a partir de 2001) necessitam um tempo 50% menor para o descarte dos dejetos, consumindo 6 litros de água por descarga.  Quando a válvula está defeituosa, o consumo pode superar 30 litros por dia. Mantenha a válvula da descarga sempre regulada e conserte os vazamentos assim que eles forem notados.

 

 

Na cozinha

 

Ao lavar a louça, primeiro retire os restos de comida dos pratos e panelas. Depois ensaboe todos os utensílios para posteriormente enxaguá-los. 15 minutos de torneira meio aberta consome 117 litros de água. Com essa dica de racionalização o consumo pode chegar a 20 litros. Você sabia que ao utilizar um copo de água, são necessários pelo menos outros 2 copos de água para lavá-lo. Por isso, combata o desperdício em qualquer circunstância.

 

Lavadora de louças com capacidade para 44 utensílios e 40 talheres gasta 40 litros. O ideal é utilizá-la somente quando estiver cheia.

 

 

Área de serviço

 

A lavagem de roupa é outra atividade que pode gastar muita água. Por isso, alguns cuidados com a racionalização são necessários. Uma lavadora de roupas com capacidade de 5 quilos gasta 135 litros de água. O ideal é usá-la somente com a capacidade total e no máximo três vezes por semana.

 

No tanque, com a torneira aberta por 15 minutos, o gasto de água pode chegar a 279 litros. O melhor é colocar a roupa de molho e ensaboa-la por completo no final da lavagem.

 

 

Jardim e piscina

 

10 minutos de rega de plantas pode consumir 186 litros. Para diminuir o gasto, utilize regadores e realize a rega de manhãzinha ou à noite, períodos em que a evaporação de água é reduzida. Caso o uso da mangueira seja imprescindível, adicione ao objeto o dispositivo esguicho-revólver e reduza o consumo em até 96 litros por dia.

 

As piscinas devem ser cobertas para evitarem a ação do sol e do vento. A evaporação de água de uma piscina média pode alcançar 3.785 litros de água/mês, volume suficiente para suprir as necessidades de consumo de uma família de 4 pessoas por cerca de um ano e meio. Em piscinas cobertas, a perda é reduzida em 90%.

 

 

Calçada e carro

 

Lavar calçada com a mangueira é um hábito comum e que traz grandes prejuízos. Em 15 minutos, são perdidos 279 litros de água. Substitua os jatos de água por vassouras e panos umedecidos, nos locais onde sua aplicação for possível. Outra dica e utilizar a água descartada pela máquina de lavar roupa na lavagem desses locais.

 

No caso de carros, utilize balde e pano ao invés de mangueira. Dessa forma, são gastos 40 litros de água. Já com a mangueira, o consumo pode chegar a 216 litros, em 30 minutos de lavagem. Com meia volta de abertura, nesse mesmo período de tempo, o consumo alcança 560 litros de água.

 

 

Inserido em 31/03/2009.

 

A adoção de ações simples de uso racional da água no cotidiano doméstico das pessoas pode fazer a diferença na conservação dos recursos hídricos

 

Dicas da AESBE- Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais